Terra do Papangu

No final do século XIX surgiu esta festa carnavalesca protagonizada pelos Papangus, centos de homens mascarados e com roupas compridas saiam as ruas e visitavam a seus parentes e amigos nas suas casas, que não podiam reconhece-los, assustando-os se não os recebiam com um angu, que é um tipo de mingau de milho, prato típico do agreste Pernambucano. Por isso ganhou a denominação de Papangu.
Bezerros PE, Terra do Papangu

Hoje ao dia, esta tradição segue viva na cidade de Bezerros, no domingo de carnaval os homens usam roupas coloridas e máscaras de papel machê, e desfrutam da folia durante o dia todo, os homens vestidos de mulher, as Melindrosas, são típicos desta festa.

Nesta data bem gente a brincar de todas as regiões, transformando a Bezerros na terceira cidade pernambucana mais visitada no carnaval.

No carnaval o palco principal é o polo cultural do Forró do Papangu, o ambiente é festa pura, a orquestra de frevo, grupos folclóricos junto ao carro de som desfilam pelas ladeiras e pela Avenida Principal Professor Amaral até a Praça da Bandeira e os protagonistas são os papangus.

No carnaval de Bezerros, a folia do Papangu não acaba no domingo, ela continua por mais dois dias, na segunda e terça feira com blocos tradicionais que animam a cidade, um deles é o bloco As Melindrosas.
Na quarta feira de cinzas o Bloco Bacalhau do Lula, comandado pelo artista carnavalesco Lula Vassoureiro, quem foi homenageado no carnaval 2014 escolhido como Patrimônio Vivo de Pernambuco, encerra a folia dos Papangus como acontece desde há 50 anos. Como já é tradição, bacalhau e vinho são distribuidos durante o desfile que ano tras ano é desfrutado por miles de pessoas.